Contato
Quem somos
Parcerias
Webmaster
Guia Virtual - Seja Bem vindo(a) - utilize os links do menú abaixo para conhecer todo o Litoral !!!
Faça uma caminhada virtual pela Costa do Descobrimento, conheça as mais belas praias, falésias, Rios e muito mais através do passeio ecológico com guia virtual exclusivo de Trancoso... Costa do Descobrimento - O destino perfeito para suas férias de relaxamento - Tudo isso criado exclusivamente para o Brasil "brasileiro" com preços para o bolso de todos... click e conheça agora !!!
Passeios ecológicos:

- Escolha um canal -

 

Este site foi desenvolvido visando a proteção ambiental da região - 100% ecológico

A Voz de Trancoso é uma produção independente com matérias e notícias adquiridas na internet, jornais e outras mídias - inclusive matérias próprias de nossos colaboradores e parceiros. Tudo isso em um único local, visando assim ajudar órgãos ambientais como IBAMA, IPHAN, bem como o governo federal, estadual e municipal a implementar as leis ambientais vigentes e mostrar a realidade de nossa Costa do Descobrimento.

Eis Trancoso ...

A fama mundial de cidade turística traz em massa uma nova população em busca de emprego, dinheiro e liberdade. Sem estrutura para recebê-los, Trancoso divide-se em duas cidades. Essa subclasse sofre de carência de habitação, de recursos de saúde, precariedade educacional e econômica. Inadequados ao local, passam a viver num submundo, dentro do 'paraíso tropical' que buscam. - - - - - - - - - --------- - - - - - - - - - - - - - -- -- - - - - --- - - - - - - - - - - - - - - - - Dentro dessa difícil realidade, nem sempre todos estão dispostos a trocar e interagir respeitando as tradições locais, o que cria um abismo ainda maior entre os 'dois Trancosos'.

Desde meados da década de 1980, inicia-se a formação de uma nova comunidade. Trancoso da água encanada, da luz elétrica, dos novos costumes vindos com diferentes grupos nacionais e estrangeiros chegando para ficar.
Nativos começam a misturar o sangue com os novos moradores. Casamentos, uniões e filhos acontecem. Os mais antigos vão aos poucos se adaptando a presente vida, apreciando alguns pontos do progresso, criticando outros.
Mudam os modos, os costumes, ficam algumas tradições.


- - - - De pescadores e plantadores de roça, a grande maioria passa a comerciante. No início recebem os visitantes em suas próprias casas, transformando-as depois em bares, pousadas e restaurantes.
Aos poucos, constroem suas residências em locais mais afastados, deixando o 'quadrado' exclusivamente para o comércio.
Os que casam com pessoas de fora, modificam mais rapidamente seus hábitos: alimentação, vestimenta, e outros.
Os nativos passam a aproximar a sua cultura, antes peculiar e de característica marcante, à cultura dos que vem de fora, brasileiros de outras regiões ou estrangeiros.

- - - - Nasce um 'novo Trancoso', não mais a aldeia isolada, mas agora um povoado ou 'cidade global'.
Prestes a se emancipar de Porto Seguro, correndo já um movimento para ser desmembrada como cidade, dá um salto, deixando de viver como outras um processo lento de desenvolvimento. Desencadeia um crescimento espacial e temporal com ritmo acelerado.
Suas novas características se enquadram às palavras de Octavio lanni (1997), em livro sobre a 'Era do Globalismo'.

- - - - A cidade global está sempre na encruzilhada da geografia e história, das relações sociais nas escalas: "Local, provinciana, nacional, regional e mundial. Às vezes, está fortemente determinada pelo que é local, outras aí predomina o que é nacional, mas há casos em que ela é essencialmente mundial”.


Continua comparando a cidade global a um caleidoscópio, o que bem se enquadra na realidade atual de Trancoso.

(Ianni, 1997, p.59).

- - - - As marcas de outros povos, diferentes culturas, distintos modos de ser podem concentrar-se e conviver no mesmo lugar, como síntese de todo mundo. A cidade pode ser um caleidoscópio de padrões e valores culturais, línguas e dialetos, religiões e seitas, modos de vestir e alimentar, etnias e raças, problemas e dilemas, ideologias e utopias. Algumas sintetizam todo o mundo, diferentes características da sociedade global, tomando-se principalmente cosmópolis, antes do que cidades nacionais.

(lanni, 1997, p. 66).

 

- - - - Para entender a transformação de Trancoso, é importante entender a realidade que se vive no final do século XX, "resultado da globalização do capitalismo". Processo civilizatório que invade, conquista, assimila, desafia e mesmo convive, recriando as formas de vida em todos os cantos do mundo. Faz parte de um processo histórico de amplas proporções já desenvolvido durante o mercantilismo, colonialismo e imperialismo, alcançando intensidade é generalização no limiar do século XXI.

(lanni, 1997, p. 64).


- - - - Esse processo acontece em escala gradual, desde a época das grandes navegações, quando os portugueses oficializaram a posse das terras brasileiras. Só agora chega ao ápice este movimento - o capitalismo mundial.
Trancoso foge a regra apresentando até pouco tempo características distantes da vida capitalista. Espelha a cultura indígena brasileira da época do Brasil Colônia e das aldeias portuguesas da Idade Média. Conta com uma população de pescadores, pequenos agricultores e artesãos trabalhando com pescaria, agricultura de subsistência e marcenaria, conforme costumes locais.


- - - - Não passa por 'preparo'; sua população nativa acostumada com uma vida diferente desconhece até pouco tempo a mídia e os bens de consumo nela divulgados. Vive dentro de determinada harmonia com a natureza e com o que ela lhe proporciona, pouco conhecendo sobre as necessidades adquiridas pelo homem moderno e seu mundo de consumo.

 

- - - - Pula fases, amadurece rapidamente, em duas décadas, para conviver com a 'Era do Globalismo', transformando-a em 'cidade global'.

- - - - Procura acertar os defasados passos, mudando rapidamente, assimila culturas, idéias, busca não perder sua identidade em meio a pluralidade cultural manifesta.


Tem a sociedade de Trancoso um difícil compromisso pela frente. Somar, interagir e apoiar a subclasse nascida de "uma categoria de indivíduos, famílias, membros das mais diversas etnias e migrantes, que se encontram na condição de desempregados mais ou menos permanentes", conseqüência do processo de globalização mundial. (lanni, 1997, p. 67).

- - - - A fama mundial de cidade turística traz em massa uma nova população em busca de emprego, dinheiro e liberdade. Sem estrutura para recebê-los, Trancoso divide-se em duas cidades. Essa subclasse sofre de carência de habitação, de recursos de saúde, precariedade educacional e econômica. Inadequados ao local, passam a viver um submundo, dentro do 'paraíso tropical' que buscam.

- - - - Dentro dessa difícil realidade, nem sempre todos estão dispostos a trocar e interagir respeitando as tradições locais, o que cria um abismo ainda maior entre os 'dois Trancosos'.

 

Fonte: "Trancoso, uma história de vida e educação" 2002

Autora: Mariângela de Lara Moraes Daibert

Centro de Pós-graduação da Associação de Ensino de Itapetininga

Praça do Quadrado
Igreja do Quadrado
Saiba mais...
Praias---Notícias---Mais Notícias---Como Chegar---Álbum---Noite de Trancoso---História

" Preserve o meio ambiente - A natureza agradece !!! "


-- O novo Trancoso, uma “cidade” global --

Preserve o bem estar de Trancoso - - - Lixo no lixo!!!